Dicas para uma Gravidez Saudável

 em Obstetrícia

Náuseas e Vômitos na Gravidez

Resumo das Recomendações do Colégio Americano de Ginecologistas e Obstetras sobre Náuseas e Vômitos na Gravidez publicado no Obstet Gynecol. 2015 Sep;126(3):e12-24. com doi: 10.1097/AOG.0000000000001048. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/26287788

 

As seguintes recomendações baseiam-se em evidências científicas boas e consistentes (Nível A): 

Tratamento de náuseas e vômitos de gravidez com vitamina B6: Vitamina B6 (piridoxina) sozinha ou associada a doxilamina em combinação é segura e eficaz e deve ser considerada como farmacoterapia de primeira linha.

A recomendação padrão para tomar vitaminas pré-natais por 1 mês antes da fertilização pode reduzir a incidência e gravidade de náuseas e vômitos na gravidez.

O manejo adequado de testes anormais de tireoides maternos atribuíveis à tireotoxicose transitória gestacional, ou hiperêmese gravídica, ou ambos, inclui terapia de suporte e medicamentos antitireoidianos não são recomendados.

 

 

As seguintes recomendações baseiam-se em evidências científicas limiares ou inconsistentes (Nível B):

O tratamento de náuseas e vômitos da gravidez com gengibre mostrou alguns efeitos benéficos na redução dos sintomas de náuseas e pode ser considerado como uma opção não-farmacológica.

O tratamento de náuseas e vômitos graves da gravidez ou hiperêmese gravídica com metilprednisolona pode ser eficaz em casos refratários; No entanto, o perfil de risco da metilprednisolona sugere que deveria ser um tratamento de último recurso.

 

 

As seguintes recomendações baseiam-se principalmente em consenso e opinião de especialistas (Nível C):

O tratamento precoce de náuseas e vômitos da gravidez pode ser benéfico para prevenir a progressão da hiperêmese gravídica

A hidratação intravenosa deve ser usada para o paciente que não pode tolerar os líquidos orais por um período prolongado ou se estiverem presentes sinais clínicos de desidratação. A correção da cetose e da deficiência de vitaminas deve ser fortemente considerada. A dextrose e as vitaminas devem ser incluídas na terapia prolongada quando o vômito está presente e a tiamina deve ser administrada antes da infusão de dextrose para prevenir a encefalopatia de Wernicke.

A alimentação por tubo enteral (nasogástrica ou nasoduodenal) deve ser iniciada como o tratamento de primeira linha para fornecer suporte nutricional à mulher com hiperêmese gravídica que não responde à terapia médica e não consegue manter seu peso.

 

Os cateteres centrais inseridos periféricos não devem ser utilizados rotineiramente em mulheres com hiperêmese gravídica, dado as complicações significativas associadas a esta intervenção.

 

Os cateteres centrais inseridos perifericamente devem ser utilizados apenas como último recurso na gestão de uma mulher com hiperêmese gravídica por causa do potencial de morbidade materna severa.

 

 


 

 

 

recoms

.
✔️Uma dieta saudável contém energia, proteínas, vitaminas e minerais adequados, obtidos através do consumo de uma variedade de alimentos, incluindo vegetais verdes e laranja, carne, peixe, feijão, nozes, cereais integrais e frutas.
✔️Considerar as intervenções de alimentação e exercício saudáveis culturalmente apropriadas para evitar o ganho de peso excessivo na gravidez, particularmente para populações com alta prevalência de sobrepeso e obesidade, dependendo dos recursos e das preferências das mulheres. As intervenções devem ser centradas na mulher e e desenvolvidas para assegurar o ganho de peso adequado
✔️Um estilo de vida saudável inclui atividade física aeróbia e exercícios de condicionamento físico que visam manter um bom nível de aptidão durante a gravidez, sem tentar alcançar o nível máximo de aptidão ou treinar para a competição atlética. AS MULHERES DEVEM ESCOLHER ATIVIDADES COM RISCO MÍNIMO DE PERDA DE EQUILÍBRIO E TRAUMA FETAL.
✔️A maior parte do ganho de peso gestacional ocorre após 20 semanas de gestação e a definição de “normal” está sujeita a variações regionais, mas deve levar em consideração o índice de massa corporal (IMC) antes da gravidez.
✔️A maior parte das evidências sobre intervenções de alimentação e exercício saudáveis vem de países com boas condições econômicas existem pelo menos 40 ensaios em curso nesta situação. É necessária investigação sobre os efeitos, viabilidade e aceitabilidade de uma alimentação saudável e intervenções de exercício em países de piores condições econômicas.
✔️A gravidez pode ser um momento ideal para intervenções de mudança de comportamento entre populações com alta prevalência de sobrepeso e obesidade e o impacto a longo prazo dessas intervenções sobre as mulheres, crianças e parceiros precisa ser investigado.
✔️É necessário um adequado treinamento para os profissionais, incluindo orientações padronizadas sobre nutrição. Esta orientação deve ser baseada em evidências, sustentável, reproduzível, acessível e adaptável a diferentes contextos culturais.
.
#medicinaintegrativa #alimentacaosaudavel#obstetriciaintegrativa #atividadefisicanagestacao#consultoriodrglauciusnascimento


alimentação saudável

.
➡️A Organização mundial de Saúde recomenda o aconselhamento sobre alimentação saudável e a atividade física durante a gravidez para manutenção da saúde e para evitar ganho excessivo de peso durante a gravidez
.
✔️Em geral para muitas gestantes que acompanho já na primeira consulta de pré-natal oriento o acompanhamento com nutricionista. Está escrito no item 5 de minhas orientações no pré-natal. Na verdade, o ideal mesmo é que o pré-natal seja de “12 meses”, com consultas antenatais , na pré-concepcão (antes da gravidez) e aconselhamento genético-reprodutivo oportuno.
.
✔️Não se trata de terrorismo nutricional, trata-se de alimentação funcional. O marketing dos alimentos industrializados é pesado, da mesma forma que muito mais pesado é o fardo de quem carrega as consequências de uma alimentação inadequada ao longo dos anos com consequências maternas e perinatais
.
✔️Num país que foi acometido recentemente por uma epidemia de Zika e microcefalia fetal, é importante salientar que a alimentação pode representar uma forma simples de melhorar nossa defesa imunológica contra diversos microorganismos maléficos, ou mesmo pode servir de suporte para o combate direto durante uma infecção ativa. Certamente uma grávida que se alimenta bem, pratica atividade física, tem uma boa qualidade do sono e um bom gerenciamento do estresse, tem um risco menor de adquirir quaisquer patologias do que outra com péssimos hábitos de vida.
.
✔️Ao invés de APENAS se preocupar com repelentes, preocupe-se mais com sua alimentação. Procure um bom profissional que se preocupe com sua alimentação. Assim você estará se protegendo das infecções congênitas, das síndromes hipertensivas na gravidez, do diabetes gestacional, da anemia, da obesidade e da desnutrição e favorecerá um adequado crescimento e desenvolvimento do seu bebê!!!


varizes

.
➡️A Organização Mundial de Saúde recomenda que podem ser utilizadas opções não-farmacológicas, como meias de compressão, elevação de pernas e imersão em água, para o tratamento de varizes e edema na gravidez, com base nas preferências e opções disponíveis das mulheres
.
✔️A gravidez é contemplada pela tríade de Virchow: lesão no endotélio vascular, estase venosa (diminuição do fluxo sanguíneo) ehipercoagulabilidade. Esta condição coloca a grávida num risco aumentado para trombose venosa e arterial. Assim, tentar minimizar tais modificações é fundamental
.
✔️Edema é sinal clínico de acúmulo de água. A avaliação continua ainda hoje subjetiva. Porém, através bioimpedância tetrapolar é possível avaliar além da água corporal total, outro parâmetros como taxa metabólica basal, percentual de gordura e de massa magra geral e por segmento, índice de gordura visceral.
O ganho de peso materno pode contribuir com o aumento do edema ou de veias varicosas e deve ser bem monitorado
.
✔️A atividade física em geral é benéfica porque facilita o fluxo sanguíneo e o retorno venoso, ou seja pode melhorar a estase venosa. Já a prática excessiva de musculação sem a supervisão adequada de um profissional de educação física, além de poder causar problemas importantes na gravidez como lombalgia, riscos de lesões nas articulações, também podem levar ao desencadeamento de varizes. Considero interessante a prática de atividade física na água, afinal o ambiente líquido já é aconchegante para o bebê, além de melhorar muito a capacidade respiratória materna que será benéfica no parto normal, promover relaxamento, fora os benefícios da própria atividade física per si
.
✔️A alimentação rica em sódio e outras substâncias / alimentos que promovem a retenção hídrica deve ser evitada
.
✔️Nós, obstetras em geral, recomendamos a utilização de meias de média compressão, mas outro profissional de saúde, o cirurgião vascular / angiologista, pode orientar uma meia específica e quantificar estas varizes ao longo da gravidez. A ultrassonografia com Doppler colorido venoso dos membros inferiores auxilia na diferenciação de varizes superficiais, profundas e pode identificar áreas de trombose
.


constipação

.
A Organização Mundial de Saúde recomenda farelo de trigo ou outros suplementos de fibra para aliviar a constipação na gravidez se a condição não responde à modificação dietética, com base nas preferências de uma mulher e opções disponíveis
.
A Medicina Integrativa e funcional na verdade recomenda a identificação de fatores que se relacionem com a DISBIOSE INTESTINAL
.
Assim sendo a administração de probióticos, ou seja, de bactérias relacionadas com a boa digestibilidade, com mecanismo de barreira para a disseminação de outro microorganismo e suas capacidades infecciosas, com a produção de neurotransmissores, enfim, a EUBIOSE INTESTINAL é fundamental na homeostase da gravidez
.
É quase que inadmissível a ocorrência de constipação intestinal (prisão de ventre) no ciclo gravídico-puerperal. Alimentação, atividade física, evitar fatores estressores, bem como administração de fibras, óleos, laxantes são opções terapêuticas disponíveis


dor lombar

.
➡️A Organização Mundial de Saúde recomenda a prática de exercícios regulares durante a gravidez para evitar dor lombar e pélvica. Há uma série de diferentes opções de tratamento que podem ser usados, como fisioterapia, cintos de apoio e acupuntura, com base nas preferências da mulher e opções disponíveis
.
 Neste assunto eu me sinto um pouco à vontade, porque apesar de não estar grávido (nunca estarei), sinto dores lombares relacionadas ao meu trabalho. Eu trabalho boa parte do tempo sentado, operando (em pé), realizando exames ultrassonográficos e também me deslocando o tempo todo. Um bom fisioterapeuta pode ajudar a corrigir as mudanças posturais erradas do dia-a-dia, bem como avaliar assentos mais ergonômicos
.
O tratamento da dor lombar vai desde a simples utilização de analgésicos como a identificação e correção da causa básica
.
✔️Lembrando que quanto maior o aumento do peso, maior a sobrecarga da coluna
.
✔️Quanto mais inflamatória for sua alimentação, maior será a liberação de fatores relacionados à cascata inflamatória
.
✔️Quanto mais estressada você estivar, mais a casacata inflamatória será ativada
.
✔️Com certeza, exercícios relacionados ao fortalecimento da musculatura envolvida com on processo álgico podem promover uma melhora considerável da dor
.
Trate a dor lombar de forma integral, preferencialmente não deixando de realizar atividade física
.


caimbra

.
➡️A Organização Mundial de Saúde considera que magnésio, cálcio ou tratamento não-farmacológico podem ser utilizados para o alívio de cãibras nas pernas durante a gravidez, com base nas preferências e opções disponíveis da mulher
.
 Muitas vezes correlaciono a ocorrência de cãibras com deficiência de alguns nutrientes como vitaminas de complexo B e D. Uma associação com Magnésio e vitamina B6 apresenta bons resultados e deve ser prescrita por um profissional de saúde capacitado para tal
Acredito que atividade física e alimentação saudável, ajudam bastante também, como já venho repetindo isto, pois se trata de uma base do tratamento intgrativo
✔️A consulta com um nutricionista e/ou nutrólogo pode também ajudar o pré-natalista que muitas vezes precisa estar focado em diversas avaliações maternas e fetais


azia
.
✔️A Organização Mundial de Saúde recomenda o ACONSELHAMENTO SOBRE DIETA E ESTILO DE VIDA PARA PREVENIR E ALIVIAR A AZIA NA GRAVIDEZ. Os preparados ANTIÁCIDOS PODEM SER OFERECIDOS A MULHERES COM SINTOMAS PROBLEMÁTICOS QUE NÃO SÃO ALIVIADOS PELA MODIFICAÇÃO DO ESTILO DE VIDA
.
Uma dica interessante para evitar a azia é tentar identificar os alimentos que estão mais relacionados com os sintomas e isto será bem pessoal. Óbvio que produtos industrializados em geral são mais irritantes que os alimentos “in natura”
Fracionar a alimentação, diminuindo a quantidade por porção e aumentando a frequência ajuda na prevenção da azia e também da náuseas e vômitos na gestação
Trabalhar a respiração permitindo uma melhor oxigenação para os tecidos, além de tranquilizar a gestante pode também contribuir de forma efetiva, daí a importância também de medidas comportomantais como ioga e meditação
Outros profissionais como psicólogo, fisioterapeuta, nutricionistas funcionais e professores de educação física podem contribuir de forma holística para a prevenção e o tratamento da azia.
Em geral eu EVITO A UTILIZAÇÃO DE ANTIÁCIDOS OU OU INIBIDORES DE BOMBA DE PRÓTONS (grupo de medicamentos comumente utilizados para gastrite) NA GESTAÇÃO, PRESCREVO APENAS EM CASOS COMPLETAMENTE EXCEPCIONAIS SEM RESPOSTA ÀS MODIFICAÇÕES ACIMA PROPOSTAS. O ph do estômago é ácido e permite uma melhor digestão de proteína, macronutriente fundamental para a produção de hormônios, anticorpos e para o desenvolvimento fetal. Além disso o pH do estômago ácido pode servir como barreira na proteção contra microorganismos maléficos bem como permite a manutenção da microbiota benéfica gastrointestinal
.
ANTES DE TRATAR A PATOLOGIA, MELHORE A FISIOLOGIA; ANTES DE QUERER TRATAR A DOENÇA, COMPREENDA O QUE ACONTECEU (FISIOPATOLOGIA) E TRATE O SER HUMANO DE FORMA INTEGRAL!!!


náuseas e vômitos

.
ℹ️A partir de hoje serão dadas algumas dicas com o objetivo de ajudar as gestantes (e consequentemente seus bebês) baseados em publicações de importância científica mundial, como agora a Organização Mundial de Saúde, que recentemente publicou um manual com recomendações de cuidados pré-natais para uma experiência positiva na gravidez. Colocarei pequenos tópicos sobre diversos assuntos e depois comentarei a respeito do que penso sobre o tema. O fato de expor minha opinião não significa se tratar da verdade absoluta, pois em medicina as verdades são transitórias, mas acho que vale a pena juntar os conhecimentos teóricos de guidelines com a experiência prática de alguém que realmente tenta se atualizar constantemente. Não tenho conflitos de interesse, meu interesse apenas é ajudar, orientar da forma que considero interessante. A participação de vocês nos comentários é fundamental
.
➡️Náuseas e Vômitos na gravidez
.
✔️A Organização Mundial de saúde recomenda a utilização de gengibre, camomila, vitamina B6 e / ou acupuntura para o alívio da náusea no início da gravidez, com base nas preferências de uma mulher e opções disponíveis

 


➡️Minhas considerações objetivas e rápidas:
.
Por mais que os sintomas de náuseas e vômitos sejam desagradáveis, sinto-me confortável porque em geral estas gestantes apresentam níveis altos de progesterona o que ajuda na manutenção da gravidez. Na prática, o risco de abortamentos diminui. Assim, tranquilizar a gestante é fundamental, bem como orientar alterações nos hábitos alimentares. Sou a favor das modificações alimentares e nos hábitos, sobretudo no gerenciamento do estresse, posto que gestantes mais ansiosas também podem sofrer mais com estes sintomas. Existem medicações específicas para o tratamento de náuseas e vômitos na gravidez, mas costumo recomendar como primeira escolha a vitamina B6 e o gengibre por serem mais seguros na gestação. A falha das modificações dos hábitos alimentares e relacionados ao estresse, bem como a não resposta à vitamina B6 e gengibre condiciona a utilização dos medicamentos mais comuns para náuseas e vômitos na gestação que devem ser prescritos pelo seu (sua) obstetra / pré-natalista


diarreianagravidez

Continuando a leitura do artigo da Revista de Gastroenterologia Clínica da América do Norte (Gastroenterol Clin N Am 45 – 2016 – 267–283), a última patologia abordada é a diarreia. Os autores do artigo citam uma menor literatura a respeito do tema
.
➡️Refere ainda como principal etiologia da diarreia, a infecciosa, sobretudo por infecções virais nos países desenvolvidos, seguida por infecções bacterianas como Escherichia coli, Salmonella, Shiguella e Campylobacter ➡️Se houver história de uso de antibióticos, suspeitar de Clostridium difficile
➡️Nos países em desenvolvimento (Brasil), entamoeba hystolitica, Cryptosporidium e Giardia são causas comuns
➡️Diarréia associada a sintomas gripais em um recente surto de doenças transmitidas por alimentos, deve levantar a suspeita de infecção por Listeria
.
➡️Afora as causas infecciosas, intolerância a determinados alimentos, síndrome do instetino irritável, doença inflamatória intestinal, síndromes absortivas, aumento de prostaglandinas inflamatórias e medicações representam as outras causas mais frequentes de diarreia
.
➡️O artigo descreve uma série de medicamentos, mas em nenhum momento cita a importância do reequilíbrio da flora intestinal através do uso de probióticos, até pra fortalecer a barreira intestinal e permitir uma melhor absorção de nutrientes importantes para a mãe e para o feto. Em alguns casos, nos quais há indicação de antibióticos, pode-se associar o uso de probióticos, para que a diminuição da flora intestinal benéfica (provocada pelo antibiótico) seja atenuada. Sem contar com uma alimentação funcional, anti-inflamatória, rica em nutrientes necessários para a nossa defesa imunológica
.


constipg

O mesmo artigo de 2016, da Revista de Gastroenterologia Clínica da América do Norte (Gastroenterol Clin N Am 45 – 2016 – 267–283) avaliou as causas da constipação (prisão de ventre) na gravidez. Compreendendo a etiologia, o tratamento INTEGRATIVO será muito mais eficaz
➡️Seguem as principais causas de constipação na gravidez:
✅Fatores Mecânicos
✔️Compressão fetal e aumento do útero
✔️Disfunção no assoalho pélvico
✔️Doenças colônicas: neoplasias ou constricções intestinais
✔️Hemorróidas induzidas pela gravidez
✅Atividade física
✔️Diminuição da atividade física
✔️Exercício físico extenuante
✅Efeitos da progesterona no trato gastrointestinal
✔️Inibição da musculatura gástrica
✔️Diminuição da contratilidade muscular colônica
✔️Esvaziamento gástrico prolongado
✔️Atraso no trânsito intestinal
✅Outros hormônios
✔️Diminuição dos níveis de motilina que normalmente estimula a atividade gástrica
✔️Aumento dos níveis de relaxina que normalmente inibe a musculatura gastrointestinal
✅Fatores dietéticos
✔️Diminuição da ingesta de água
✔️Falta do consumo de fibras
✔️Suplementação de ferro
✔️Náuseas e Vômitos
✅Aumento da absorção de água no cólon
✔️Progesterona induz o aumento dos níveis de aldosterona
✔️Tempo do trânsito intestinal prolongado
✅Doenças Metabólicas
✔️Hipotiroidismo
✔️Hipocalemia
✔️Hipercalcemia
✔️Diabetes Mellitus
.


rgeg

➡️A melhor forma de prevenir o Refluxo GastroEsofágico (RGE) é modificar o estilo de vida incluindo modificação na alimentação.
.
Estudo recente publicado na Revista de Gastroenterologia Clínica da América do Norte (2016) publicou a figura já elucidada no post sobre o manejo inicial do RGE
.
➡️Modificações no estilo de vida
✔️Comer pequenas porções
✔️Limitar a ingestão de líquidos na refeição
✔️Evitar comer 3 horas ante de dormer
✔️Elevar a cabeceira da cama
✔️Dormir do lado esquerdo (facilita o retorno venoso)
✔️Mascar chiclete (neutraliza o PH) – porém é artificial
✔️Aumentar a atividade física
✔️Parar de fumar
.
➡️Sugestões dietéticas
✔️Evitar alimentos gordurosos e picantes
✔️Evitar chocolates e balas
✔️Evitar bebidas cafeinadas
✔️Evitar bebidas gaseificadas
✔️Evitar o álcool
✔️Evitar sucos cítricos e tomates
✔️Manter um diário alimentar para evitar os gatilhos
.
Sobre o tratamento convencional:
EU ACREDITO QUE SE PODE RESOLVER QUASE TODOS OS CASOS COM AS MODIFICAÇÕES SUPRACITADAS. Existe uma gama de medicamentos que podem aliviar os sintomas do RGE, mas que não irão ajudar na causa do problema. Meu grande questionamento é: o que causou o RGE e como podemos resolver de forma menos invasiva e mais fisiológica
.


 

hiperemese

Artigo de 2016 publicado no gastro.theclinics.com – Gastroenterol Clin N Am 45 (2016) 267–283, avaliou: Náuseas, Vômitos e Hiperêmese na Gestação .
➡️50-80% das mulheres apresentam náuseas (ânsia de vômitos) na gestação
.
➡️50% apresentam vômitos na gestação
.
➡️Estes sintomas começam entre 4 e 6 semanas de gestação, atingem um pico entre 8 e 12 semans e cessam após 20 semanas
.
➡️A Hiperêmese Gravídica, um quadro severo de náuseas e vômitos na gestação, ocorre em 1,2% das gestantes, conceituada como a combinação dos sintomas de náuseas e vômitos associados com: perda de peso, cetonúria, distúrbio hidroeletrolítico, desidratação e/ou hospitalização
.
➡️Existem 3 prováveis etiopatogenias:
✔️Crescimento da placenta e aumento do HCG
✔️Função endócrina maternal
✔️Doenças Gastrointestinais pré-existentes
.
➡️Manejo
✔️Para previnir desidratação, o consumo de 1-1,5L de líquidos contendo sal, glucose e potássio
✔️Recomendações dietéticas incluem refeições pequenas e frequentes e evitar alimentos gordurosos que podem atrasar o esvaziamento gástrico ou que têm dificuldade de esvaziamento do estômago. Bebidas líquidas com alta concentração de proteína reduzem alterações no esvaziamento gástrico e a náusea no primeiro trimestre
✔️Tiamina (Vitamina B1) e Piridoxina (Vitamina B6) são eficazes no tratamento de náuseas, vômitos e hiperêmese gravídica
✔️Zengiber officinale (Gengibre) tem propriedades antieméticas por aumentar a motilidade gástrica, estimula o a contração antral gástrica e bloqueia o receptor colinérgico M bem como o receptor de serotonina
Múltiplos estudos relatam o sucesso do tratamento com o consume diário de 1g de gengibre
*️⃣Estas chamadas terapias alternativas, correspondem a drogas tipo A, sem nenhum risco para o feto, devendo ser preconizadas
.
➡️Outras formas de tratamento convencional:
Bloqueadores dos receptors de histamina (Doxilamina)
✔️Antagonista da Dopamina (Metoclopramida)
✔️Fenotiazidas (Prometazina) – anti-histamínico
✔️Antagonista do 5HT3: Ondansentrona
✔️Corticoesteróides: Prednisona (Olha a hiperêmese associada ao estresse e à insuficiência adrenal)


WhatsApp Image 2017-05-20 at 15.04.56

✔️Eu poderia dar diversos exemplos de clientes que acompanhei
.
➡️Mudar os hábitos é mais importante que isoladamente medicar
.
Tenha uma alimentação saudável, gerencie o estresse e o sono, pratique atividade física (supervisionada ou bem orientada), seja feliz, dê exemplo para as outras gestantes, medite, trabalhe sua respiração, sua concentração, converse com o seu bebê, tenha sua espiritualidade, reúna-se com seus amigos verdadeiros, sorria, enfim, viva intensamente sua gestação !!!
.


WhatsApp Image 2017-05-20 at 15.31.49

➡️A verdade é que o pré-natal depende muito mais da gestante e sua família do que do obstetra isoladamente
.
➡️ Os pilares da saúde, da medicina Integrativa, da medicina funcional, enfim, do que você quiser denominar devem ser avaliados constantemente durante o pré-natal
.
➡️ Não adianta prescrever (isoladamente) anti-hipertensivo numa gestante ansiosa quando não se trata de forma holística esta ansiedade
.
➡️ Não vale a pena prescrever de forma isolada insulina numa gestante com diabetes, que não sabe como se alimentar
.
➡️ Não adianta encher a gestante de medicamento quando na verdade se precisa “medicar a mente”. Ter pensamentos positivos, acreditar que vai dar certo, curtir a gravidez, lançar mão de estratégias fitoterápicas, nutracêuticas e principalmente nas modificações nos hábitos de vida é fundamental
.
➡️ Sou fã de várias clientes que me ensinam diariamente como se dedicar ao seu filho(a), à sua família. Elas superam diversas patologias, muitas vezes realizam a prevenção e mesmo quando surge alguma outra patologia, esta gestante encontra-se muito mais preparada e resistente
.
➡️ Vários profissionais me ajudam a praticar o que chamo de obstetrícia Integrativa: nutricionistas, profissionais de educação física, psicólogos, cirurgiões dentistas, hematologistas, endocrinologistas, clínicos, reumatologistas, nutrólogos, psiquiatras, anestesistas, neonatologistas enfim, uma verdadeira “equipe Integrativa”, aliás “íntegra e ativa”!!!
.
➡️ Mas não se esqueça: o principal personagem desta história é a própria gestante e sua família. Seja integrativa também, íntegra, ativa, procure bons profissionais, estude e aprenda sobre este período tão importante de sua vida: a maternidade
.
Uma excelente gestação e parto para todas vocês. Feliz maternidade!!!


 

 

Postagens Recentes

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar